Thomas Jefferson (1743-1826)

Thomas Jefferson - bust

Thomas Jefferson é o americano que eu mais admiro, como gente, como pensador (filósofo que foi), como político, como empreendedor e realizador.

Nasci exatamente 200 anos depois de Thomas Jefferson ter nascido (ele em 13.4.1743, eu, em 7.9.1943). Mas gostaria muito de tê-lo conhecido pessoalmente:

a) em sua em casa, Monticello, em Virginia (antes e depois das outras quatro coisas que vou mencionar);

b) enquanto escrevia a Declaração de Independência dos USA, provavelmente em Philadelphia, PA;

c) enquanto era Ministro Plenipotenciário dos USA na Embaixada Americana em Paris, FR (durante a Revolução Francesa);

d) enquanto era Presidente dos USA, na Casa Branca, durante oito anos, no início do século 19, em Washington, DC;

e) na University of Virginia (UVA), em Charlottesville, VA, que ele fundou, em 1819, e da qual foi o primeiro reitor, já nos anos finais de sua vida.

Em seu túmulo, em Monticello, há uma placa que diz que, de todas as coisas que ele fez, fundar a Universidade de Virginia foi o que mais orgulho lhe dava.

Fico pensando que ando sossegado demais… Como já disse, Jefferson nasceu em 1743 (e eu, em 1943). Quando ele fundou a UVA em 1819, tinha exatamente a idade que eu tenho hoje (em 2019): 76 anos. A UVA está fazendo 200 anos este ano.

Eu nasci no Dia da Independência do Brasil, em 1943. Ele morreu no Dia da Inpendência Americana, 4 de Julho de 1826, com 83 anos. Se eu tiver ainda sete anos de vida e fizer alguma coisa significativa neles, dar-me-ei por realizado.

Consta que, em 29 de Abril de 1962, o então presidente dos USA John F. Kennedy deu um jantar na Casa Branca para homenagear os ganhadores do Prêmio Nobel no ano anterior. Em seu discurso, ele teria dito:

“Creio que este é o mais extraordinário conjunto de talento e de conhecimento humano que jamais se reuniu na Casa Branca — com a possível exceção de quando Thomas Jefferson aqui jantava sozinho.”

(“I think this is the most extraordinary collection of talent, of human knowledge, that has ever been gathered together at the White House — with the possible exception of when Thomas Jefferson dined alone.”)

Sei que pode parecer muita pretensão “demais da conta”, de minha parte, traçar os paralelos que traço aqui. Por isso, termino ressaltando o seguinte: as pessoas que escolhemos como heróis refletem, não aquilo que imaginamos ser, mas o ideal que gostaríamos de perseguir, mesmo estando longe de alcança-lo.

Consultem:

https://en.wikipedia.org/wiki/Thomas_Jefferson

https://en.wikipedia.org/wiki/University_of_Virginia

https://www.virginia.edu/

“…when Thomas Jefferson dined alone.”, em The Pavellas Perspective, https://pavellas.com/2008/10/08/when-thomas-jefferson-dined-alone/

[A foto do busto de Thomas Jefferson foi tirada por mim do busto em bronze que comprei na segunda vez que visitei Monticello, em 2004, gentileza da Microsoft Caribbean and Central America.]

Em São Paulo, 6 de Novembro de 2019.



Categories: Uncategorized

1 reply

  1. Super apoiado! Está pronto para fundar a Universidade de Salto? A biblioteca já está bem adiantada! 😊

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: