Saúde e Doença, Física e Mental

No modo de entender da maioria, meu mesmo, até há algum tempo, e falando do ponto de vista estritamente físico (orgânico ou biológico), não psicológico, uma pessoa doente é uma pessoa que não está sadia, e uma pessoa sadia é uma pessoa que não está doente. As definições de doença e saúde são feitas, pela maioria das pessoas, dessa forma negativa, como ausência de alguma coisa. Uma pessoa que não tem saúde está com alguma doença e uma pessoa que não tem nenhuma doença está com saúde.

Embora a saúde, nesta hipótese, tenha, por assim dizer, uma face só (a ausência de doença), a doença, nesta mesma hipótese, pode ter várias faces, também por assim dizer: a pessoa pode estar com desnutrição, pneumonia, tuberculose, febre amarela, diarreia, pressão alta, ou, que Deus o impeça, até câncer — e o câncer, por sua vez, também pode ter várias faces. A hoje famigerada Organização Mundial da Saúde (OMS, para nós, WHO, World Health Organization / Organisation, para os gringos, dependendo de sua espécie — os americanos usam “z”, os britânicos usam “s”) publica até um livro chamado Classificação Internacional de Doenças – CID (ou International Classification of Diseases – ICD), cuja 11a versão foi aprovada pela OMS/WHO em 25.5.2019 e entrará em vigor em 1.1.2022, que lista e classifica, ordenadamente, todas as doenças. Se algo não está ali, oficialmente não é doença (ainda), sorry to say. Os médicos, quando alguém é diagnosticado com alguma doença, ou, Deus o livre, morre em decorrência de alguma doença, precisam indicar o código CID/ICD da doença de que o indivíduo é portador ou que causou a sua morte.

A saúde, como ressaltei, tem uma face só: sadio é quem não tem nenhuma das doenças listas no CID/ICD. Sadia, nesse sentido, é, por assim dizer, o estado da pessoa “normal”, que não padece de nenhuma doença.

Mas como diferenciar a pessoa sadia, nesse sentido negativo básico, da pessoa robusta, muscular, energética ou atlética, de aparência extra-super-hiper-saudável, que corre 10km por dia, dá, ao final, dez voltas nadando na piscina olímpica, participa de maratonas, levanta pesos, faz alpinismo, tem barriga negativa ou de tanquinho, que até parece ter “excesso de saúde” – pessoa que, na fala popular, “está esbanjando (ou vendendo) saúde”? Parece não haver uma palavra só que capte este sentido de “mais que perfeito”, de “mais que sadio e saudável”, de “saúde plus”.

Embora, na medicina, se fale em medicina curativa e medicina preventiva, o que se pretende curar ou prevenir é uma doença. Não há uma medicina de promoção de “saúde esbanjativa”, por assim dizer. Isso fica mais por conta das academias de ginástica…

Mas estou mais interessado na área mental ou psicológica do que na área física ou biomédica (talvez com um hífen entre as duas partes da palavra para não confundir os incautos).

Também na área mental se fala em doença mental e saúde mental. E, de igual modo, sadio, mentalmente, é quem não tem nenhuma doença mental, e doente, mentalmente, é quem não está sadio, mentalmente. E a função da psicologia tem sido curar ou prevenir a doença mental — sendo essa tarefa idêntica ao que se poderia chamar de promoção da saúde mental.

Mas como como descrever, em termos psicológicos, alguém que além de sadio, mentalmente, nesse sentido negativo mínimo, em que não tem nenhuma doença mental, tem características como estas: esbanja vigor mental, é cheio de interesses e curiosidades, gosta de ler, conversar e debater questões importantes, é moderado e equilibrado, íntegro, honesto e justo, é amigo afetuoso e leal, e, portanto, tem muitos bons amigos, tem um casamento que é um exemplo para os demais mortais, é evidentemente feliz na vida pessoal e plenamente realizado pessoal e profissionalmente, ganha (bem!) a vida fazendo aquilo que adora fazer e que faria mesmo de graça, e, portanto, nunca vai se aposentar, e, por cima de tudo, é tranquilo, sereno, solidário, caridoso, modesto e até mesmo humilde?

Note-se que, na minha descrição no penúltimo parágrafo, eu não estava contemplando uma pessoa hedonista, que só busca prazeres de todos os tipos: eu estava contemplando uma pessoa virtuosa. O prazer do cara que descrevi está em ser virtuoso, em “esbanjar virtudes”. Dirigindo-se (imagino) exclusivamente aos homens, o autor de Provérbios, que muitos acham que foi o Rei Salomão, afirma: “Mulher virtuosa, quem a achará? Pois o seu valor excede em muito ao de rubis!” (Prov 31:10).

Como diria o Ariano Suassuna, mestre das palavras, se a gente chama de mentalmente sadio ou são o cara que não tem nenhuma doença mental, se esse cara é o exemplo de saúde mental que se deseja promover, do que é que a gente vai chamar esse cara que acabei de descrever?

Em Português, não há termo. Mas esse estado da pessoa “mais que perfeita” em termos de saúde mental, os gregos chamavam de eudaemonia. E o termo é usado até hoje, tendo tido, nos últimos tempos, uma ressurreição fantástica nas mãos dos responsáveis pela chamada Psicologia Positiva, a grande invenção de Martin Seligman: a psicologia que busca, além de curar as doenças mentais do ser humano, promover o desenvolvimento de um ser humano eudaemônico, íntegro, feliz e realizado no maior grau possível.

Essa questão é profundamente relevante para a educação. Ela retoma e leva adiante aquilo que, no passado, se chamava de “Formação do Caráter”.

(Há uns tempos atrás, entusiasmado com a Psicologia Positiva, criei uma página no Facebook e um blog. A página, chamada Eudaemonia, está em:

https://www.facebook.com/eudaemonia.space/.

O blog, chamado Eudaemonia Space, está em:

https://wordpress.com/view/eudaemoniaspace.wordpress.com).

Este artigo é um teaser.

Em Salto, 25 de Abril de 2020.



Categories: Eudaemonia, Happiness, Mental Health, Self-Actualization, Uncategorized

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: